- Candidiase Tem Cura - http://www.candidiasetemcura.com.br -

Má alimentação causa candidíase?

Sim e não! A cândida, como é de conhecimento geral, é um fungo que se alimenta de açúcar, portanto, uma alimentação rica em açúcar (incluindo refrigerantes, massas e derivados de farinha branca em geral) contribuem para que o fungo se multiplique com mais eficiência e possa causar os sintomas que são conhecidos como crise de monilíase.

No entanto, a alimentação sozinha não é capaz de causar a doença – se fosse assim, todas as pessoas que se alimentam mal teriam candidíase, mas isso não ocorre.

Para que a alimentação influencie na tendência para desenvolver infecções fúngicas, é preciso que hajam predisposições já existentes no corpo, como nível baixo de culturas vivas (ou probióticos, bactérias que ajudam a controlar a população de cândida no corpo), baixa imunidade ou presença de alergias e intolerâncias alimentares. Sem condições pré-existentes, a má alimentação em si não causa a candidíase.

Quando há alguma condição pré-existente, no entanto, uma dieta rica em açúcar tende a intensificar o quadro de candidíase e aumentar a frequência das crises.

Para todas as pessoas que sofrem de candidíase recorrente, independente da causa, reformular a dieta pessoal para reduzir a quantidade de açúcar, principalmente em refrigerantes e massas brancas, pode auxiliar na recuperação mais rápida e combate à repetição. É preciso manter em mente também que açúcar está presente também em alimentos salgados, já que carboidratos simples se transforma em glicose rapidamente ao serem digeridos. Esses carboidratos estão presentes em alimentos como massas brancas (não integrais) como macarrão, lasagna e outros tipos de pratos feitos com farinha branca. Amido (maizena) deve ser evitado também, já que é um tipo de carboidrato simples que é digerido rapidamente. Outros tipos de carboidratos complexos, cuja digestão é mais lenta, como os presentes em legumes, vegetais e grãos integrais, podem ser consumidos sem problemas.